naylampO deus que veio do mar. As culturas do norte do Peru adoravam ao deus NAYLAMP, que na língua Mushiiik significa “o que veio do mar”. Naylamp foi também representado como o Deus Sol, que desceu e ensinou aos homens as coisas da vida: agricultura, cuidar do gado, construir, artes, religião e outras sabedorias.

Foi representado principalmente nas culturas Lambayeque, Sicán, Mochica y Chimú, sobre murais incríveis, objetos de ouro, prata e cobre dourado e principalmente na cerâmica cerimonial. Foram encontrados muitos objetos de incalculável valor nas tumbas dessas culturas que atualmente são exibidas nos museus do Peru.

O estandarte feito foi inspirado numa mascara famosa de cultura SICÀN, feita de ouro com incrustações de pedras. As penas azuis e laranjas são as cores típicas nas representações destas culturas e acompanham a coroa com outro elemento dourado: a gaivota, que representa a ave marinha principal da costa norte peruana que dá a ideia do deus que veio do mar.